EnglishPortugueseSpanish

Lote com as primeiras 120 mil doses da vacina CoronaVac chega a São Paulo

O local onde as doses de vacinas ficarão armazenadas não foi divulgado por razões de segurança.
Primeiras 120 mil doses de CoronaVac chegam a São Paulo
Foto: Divulgação

As primeiras 120 mil doses da CoronaVac, vacina chinesa contra a Covid-19, chegaram na manhã desta quinta-feira (19) a São Paulo. O imunizante foi trazido em um voo da China e recebido no Aeroporto Internacional de Garulhos pelo governador João Doria (PSDB), pelo diretor do Instituto Butantan Dimas Covas e pelo secretário estadual de Saúde Jean Gorinchtey. A notícia foi publicada pelo portal de notícias G1.

Acordo com Sinovac

Esse é o primeiro lote das 46 milhões de doses acordadas entre o governo do Estado de São Paulo e o laboratório Sinovac. A parceria prevê ainda a transferência de tecnologia para o Instituto Butatan. A previsão é que até o final de dezembro deste ano 6 milhões doses sejam enviadas a São Paulo. A vacina, contudo, ainda precisa ser autorizada pela Anvisa, o que só poderá acontecer após a conclusão da fase de testes clínicos.

Aprovação da Anvisa

Dimas Covas comemorou a chegada do lote e disse que os testes clínicos da CoronaVac estão avançados. A expectativa é enviar os resultados da fase 3 dos estudos para aprovação da Anvisa ainda em 2020.

“Ficamos, portanto, só no aguardo do registro da Anvisa. É a primeira vacina que aporta em solo nacional. Isso é importante: o Brasil já tem a sua vacina, que vai estar aguardando os trâmites junto à Anvisa e junto ao Ministério da Saúde para poder iniciar o programa de vacinação. E esperamos que comece em meados de janeiro, no máximo até fevereiro, e aguardamos as definições do Ministério da Saúde”, declara o diretor do Butantan.

Eficácia da CoronaVac

Em artigo publicado na revista científica The Lancet na terça-ferira (17), a Sinovac mostrou os resultados do estudo realizado com 743 pacientes. Nele, a vacina apresentou segurança e resposta imune satisfatórias durante as fases 1 e 2 de testes.

Os participantes eram adultos saudáveis de 18 a 59 anos e receberam o placebo ou duas doses da vacina – uma mais baixa, de 3 microgramas, e a outra de 6 microgramas. A resposta dos anticorpos foi induzida no prazo de 28 dias após a primeira imunização. O efeito colateral mais comum foi dor no local da injeção.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

City Farma - Invista na abertura de um bom negócio

Receba as principais notícias pelo nosso grupo

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu