EnglishPortugueseSpanish

Setor varejista ganha plataforma gratuita para divulgar vagas de trabalho

No Rio de Janeiro, Ascoferj é a principal apoiadora da iniciativa, que pretende garantir a recolocação de profissionais afetados pela crise gerada pelo novo coronavírus.

Está sendo lançada hoje (1º/5), Dia do Trabalhador, a plataforma Vagas no Varejo, um movimento de 29 entidades ligadas ao segmento varejista, entre elas a Ascoferj, principal associação regional do varejo farmacêutico no País. Com a iniciativa, o setor espera minimizar os impactos provocados pelo novo coronavírus ao garantir a recolocação de profissionais no mercado de trabalho e preservar a atividade empresarial. Segundo indicadores do Ibre/FGV, a crise pode deixar até 12,6 milhões de pessoas desempregadas e reduzir em cerca de 15% a renda dos trabalhadores.

As empresas interessadas em recrutar profissionais também terão uma área exclusiva no portal www.vagasnovarejo.com.br, no qual poderão cadastrar suas oportunidades. Elas serão responsáveis por excluir as vagas que forem preenchidas e assinarão um termo no qual se comprometem a não utilizar as informações dos candidatos para qualquer outra finalidade, como venda de produtos ou serviços. Até o momento já são 4 mil vagas disponibilizadas na plataforma, e a expectativa é que esse número se eleve para 10 mil nos próximos dias pós-lançamento.

“A proposta do Vagas no Varejo é relevante principalmente para os profissionais que perderam postos de trabalho, mas também para o proprietário da farmácia, que, muitas vezes, não dispõe de ferramentas eficazes para divulgar suas oportunidades. Por isso, convidamos todos os associados da Ascoferj para participar desse projeto disponibilizando suas vagas de trabalho na plataforma de forma gratuita”, analisa Luis Carlos Marins, presidente da Ascoferj.

Para os profissionais, foi desenvolvido o aplicativo Vagas no Varejo, que estará disponível em todas as plataformas móveis, exigindo inicialmente conexão com uma rede social ou e-mail. O objetivo é estabelecer uma conexão simples e autodidática, sem as dificuldades impostas por canais tradicionais de empregos. Ao ter a conta criada, o profissional precisa somente destacar sua área de atuação, experiências anteriores e disponibilidade de horários, podendo também inserir seu currículo. As entrevistas e avaliações serão realizadas online.

O setor varejista brasileiro representa 19,24% do PIB do País e movimentou cerca de R$ 1,4 trilhão em 2019, tendo gerado 644 mil empregos. São 1,5 milhão de lojas e pontos de venda e 930 mil lojas virtuais.

O projeto foi idealizado pela Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), Associação Brasileira de Prevenção de Perdas (Abrappe) e Associação Brasileira de Supermercados (Abras). A ação recebeu ainda o apoio voluntário da Tegra Sistemas, responsável pela concepção da plataforma; e da Advance, que elaborou o projeto de marketing e comunicação visual.

“A redução do ritmo da economia e o desemprego são consequências inevitáveis da crise, e a retomada tende a ser muito lenta em alguns setores. Com essa estratégia, empresários e dirigentes da iniciativa privada somam esforços e competências para reverter mais rapidamente esse quadro e manter o nível de emprego e renda para muitas famílias”, ressalta Sergio Mena Barreto, CEO da Abrafarma.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Receba as principais notícias no seu Whatsapp

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Fechar Menu