Assistência farmacêutica, ciência e inovação serão mais relevantes no pós-pandemia

EMS
Roberto Amazonas, diretor médico-científico e de portfólio da EMS (Foto: Divulgação)

A pandemia da Covid-19 certamente acelerou a demanda por serviços de assistência farmacêutica, demonstrando a necessidade de um olhar mais atento ao tratamento de doenças de média e alta complexidade e a importância de plataformas digitais no acesso à saúde. Esta foi a conclusão a que médicos, pesquisadores e especialistas nacionais e internacionais chegaram na primeira edição do Science Talks EMS – “Perspectivas na Área da Saúde no Brasil Pós-Pandemia”, ocorrida no meio do mês de setembro.

“A EMS aposta na ciência e na inovação para promoção da saúde. O debate científico que a empresa propôs oferece a oportunidade de pensarmos em novas alternativas em relação ao futuro do setor como um todo e permite traçar estratégias para lidar com eventos similares como esta pandemia. Para nós, foi um momento de extrema importância por reunir os diferentes atores que compõem o sistema de saúde, em busca de reflexões sobre o cenário de desafios que temos todos experimentado desde março de 2020”, destacou Roberto Amazonas, diretor médico-científico e de portfólio da EMS.

Foi abordado o impacto da transformação digital na saúde, trazendo mudanças na relação médico, paciente, farmácia e indústria. Além disso, os novos marcos regulatórios, a segurança jurídica e mais coordenação do setor de saúde foram apontados como cruciais para fazer a inovação de fato acontecer.

Durante a pandemia, as indústrias farmacêuticas vêm direcionando recursos para o desenvolvimento de pesquisas em novos tratamentos e medicamentos. Dados da IQVIA indicam que os gatos globais do setor com pesquisas totalizaram US$ 123 bilhões. Ao todo, foram realizados 4.686 estudos ao longo de 2020, 8% a mais do que em 2017. Destes, 985 avançam para a Fase III.

O evento contou com a participação de pessoas como o economista e cientista social Eduardo Giannetti; Glaucius Oliva, cientista e membro titular da Academia Brasileira de Ciências; Meiruze Freitas, diretora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); e Denizar Vianna, ex-secretário do Ministério da Saúde e professor titular da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Veja também: EMS patrocina Encontros Históricos da MPB em São Paulo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias Canal Farma

Receba notícias, conteúdos e vídeos do YouTube sobre o setor farmacêutico com nosso canal no Telegram.

Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

loading...

Receba as principais notícias direto no celular

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia