Estudo da CVA Solutions mostra ranking de drogarias preferidas pelos consumidores

Ranking revela drogarias preferidas
Foto: Humberto Teski

A CVA Solutions, empresa de consultoria e pesquisa de mercado, divulgou os resultados de uma pesquisa sobre o segmento de Drogarias que revelam que os consumidores consideram as redes de drogarias regionais com o melhor Valor Percebido, ou seja, custo-benefício. Ainda assim, as grandes redes continuam sendo as líderes em Força de Marca, avaliada considerando a atração menos a rejeição da população. O estudo foi realizado em março de 2021, com 5.340 pessoas de todo o País.

Setor de farmácia

As drogarias são muito bem avaliadas pelos consumidores – o segmento aparece na 8ª posição entre os 51 avaliados pelos pesquisadores. A nota, numa escala de 1 a 10, é 8,62. As drogarias regionais lideram em Valor Percebido, sendo o melhor índice da Coop (região do Grande ABC e interior de São Paulo), seguida de São João (Sul), Venancio (Rio de Janeiro), Drogaria 24 Horas (Sudeste) e Ultrafarma (nacional).

Já em relação à Força de Marca, o primeiro lugar é da Drogasil, seguida pela Pague Menos, Droga Raia e Drogaria São Paulo. Confira os rankings completos:

Valor Percebido
1º – Coop6º – Panvel11º – Preço Popular16º – A Nossa Drogaria
2º – São João7º – Farmais12º – Droga Raia17º – Indiana
3º – Venancio8º – Nissei13º – São Paulo18º – Popular
4º – Drogaria 24 Horas9º – Drogasil14º – Santa Marta19º – Extrafarma
5º – Ultrafarma10º – Globo15º – Pague Menos20º – Pacheco
Força da Marca
1º – Drogasil6º – Pacheco11º – Ultra Popular16º – Drogaria 24 Horas
2º – Pague Menos7º – Preço Popular12º – Extrafarma17º – Indiana
3º – Droga Raia8º – Panvel13º – São João18º – Permanente
4º – São Paulo9º – Araújo14º – Venancio19º – Preço Baixo
5º – Ultrafarma10º – Nissei15º – Santa Marta20º – Bifarma

 Saúde durante a pandemia

Outros dados trazidos pelo estudo mostram como a pandemia da Covid-19 contribuiu para uma piora na saúde dos brasileiros em comparação a 2019. O isolamento social, que evitou o contágio pelo coronavírus, trouxe à tona problemas como depressão e ansiedade, que tiveram aumento de 24%; obesidade, com crescimento de 4%; hipertensão arterial, com mais 7%, e tabagismo, com 9% mais pessoas.

Além disso, a pandemia diminuiu as idas mensais às lojas físicas, o que influenciou diretamente no aumento das compras online.

“Os medicamentos representam ser a categoria destino, que define a escolha da drogaria, para 70% dos consumidores. No entanto está havendo um aumento da procura por produtos de higiene e beleza. Em 2018 esses produtos eram categoria destino para 14% dos consumidores e agora o número atingiu 16%”, afirma Sandro Cimatti, sócio-diretor da CVA Solutions.

Genéricos

Os entrevistados comprovam a consolidação dos medicamentos genéricos: 88% usam. Destes, a maioria – 67,6% – afirma que quando não encontram a marca que costumam usar, fazem a troca pelas que estão disponíveis.

Em relação à preferência de laboratórios de genéricos, Medley, EMS, Neo Química, Eurofarma, Cimed, Teuto, Biosintética, Germed, Prati-Donaduzzi e Nova Química são os preferidos.

Veja também: Rede Farmácias Independente implementa programa de fidelidade e amplia ticket médio

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias Canal Farma

Receba notícias, conteúdos e vídeos do YouTube sobre o setor farmacêutico com nosso canal no Telegram.

Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

loading...

Receba as principais notícias direto no celular

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia