EnglishPortugueseSpanish

Farmácias Bemol crescem 127% com robotização BD Rowa

Robotização auxilia farmácia Bemol
Foto: shutterstock

A rede de farmácias Bemol implantou, em janeiro de 2020, um robô em uma de suas lojas em Manaus. Com isso, a receita média mensal da unidade quase triplicou, chegando a 127%, já que o robô conseguiu atender a uma elevada demanda e armazenar o mesmo volume de medicamentos em um espaço físico menor.

Isso aconteceu após Denis Benchimol Miney, presidente da rede Bemol, conhecer a robotização há cinco anos em uma farmácia na Suíça, decidindo-se por implantá-la em sua rede de 23 lojas de departamento e 25 farmácias no Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima.

Quebra de paradigma

O presidente da Bemol acredita que a robotização leva a uma quebra de modelos mentais, já que permite ter um ponto de venda em uma região premium e com pouco espaço físico: “Há também outros benefícios intangíveis, como o marketing de uma loja-modelo inovadora e a experiência de compra. A percepção de medicamentos mais limpos e conservados, devido à diminuição do contato humano, proporciona um ambiente mais agradável”.

Empresas envolvidas na robotização

A BD, que adquiriu a empresa Rowa, passou a ser uma das líderes globais no manuseio automatizado de estoque em farmácias e hospitais. Em 2017, implantou a tecnologia na loja da Drogaria Onofre, localizada na Avenida Paulista. E agora, em 2020, na Bemol.

“A integração de sistema é o maior desafio para qualquer área de TI e com o Rowa foi relativamente simples, já que a BD tem experiência em desenvolver o robô para se adaptar a qualquer sistema”, revela Miney.

O diretor da BD Rowa na América Latina, Juan Carlos Esquivel, explica que a empresa identificou  os ganhos da robotização  tanto para  grandes em redes regionais quanto para farmácias independentes: “Estamos em um País continental, com quase 80 mil farmácias e cerca de 200 milhões de consumidores, o que deixa claro o potencial para expansão”.

Como é a robotização

O robô foi desenvolvido com tecnologias que entendem as práticas de recebimento, armazenamento e distribuição de medicamentos. Com isso, otimiza processos variados e impacta positivamente na dinâmica da farmácia. Entre os benefícios e vantagens, destacam-se o melhor controle sobre a validade dos medicamentos, a acuracidade do inventário, o aumento do espaço físico na loja e a eficiência na hora da dispensação, permitindo uma experiência de compra diferenciada aos clientes.

Em uma média de oito segundos, o medicamento é coletado e entregue ao farmacêutico ou atendente por meio de um dispenser no balcão de atendimento.

Veja também: GSK e Medicago anunciam parceria para o desenvolvimento de vacina contra Covid-19 adjuvantada à base de plantas contra a Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Conquiste Seguros

Receba as principais notícias pelo nosso grupo

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu