EnglishPortugueseSpanish

Consumo de medicamentos influenciado por farmacêuticos chega a 58% no Brasil

Assistência farmacêutica é cada vez mais importante
Foto: Divulgação

O Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ) realizou, no fim de 2018, uma pesquisa para verificar quem são os principais agentes influenciadores no consumo de medicamentos pela população.

Em primeiro lugar, com 77% da população sendo influenciada, aparecem os médicos. Em seguida, com 58%, aparecem os farmacêuticos. Em terceiro lugar, aparecem os balconistas de farmácia, exercendo influência sobre 22% da população.

Entretanto, ainda existem pessoas que acreditam não serem influenciadas por nenhum profissional no momento da decisão da compra de medicamentos – o número chega a 19% em todo o Brasil. Ao avaliar esse percentual por regiões, foram identificadas variações. Na região Sudeste, por exemplo, 23% da população acredita não ser influenciada por ninguém; nas regiões Sul, Norte e Centro-Oeste, o número passa a ser 17%; e na região Nordeste, 16%.

Outro ponto importante a ser levado em consideração é a faixa etária das pessoas. As mais jovens – entre 16 e 24 anos e entre 25 e 34 anos – tendem a considerar o que os farmacêuticos falam. O total chega a 60% e 64%, respectivamente. Com o passar dos anos, os impactados diminuem – 51% das pessoas com 60 ou mais anos escutam a opinião dos farmacêuticos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Conquiste Seguros

Receba as principais notícias pelo nosso grupo

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu