EnglishPortugueseSpanish

ABIHPEC e Receita Federal combatem mercado ilícito de HPPC

Produtos de HPPC ilegais são apreendidos pela ABIHPEC e pela Delegacia da Receita Federal de Presidente Prudente
Foto: freepik

A Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) realizou, em parceria com a Delegacia da Receita Federal de Presidente Prudente (SP), uma ação para ajudar a combater a pirataria de produtos do setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos (HPPC). Ao todo, foram apreendidas 14 toneladas de itens ilícios, o que equivale a R$ 1,3 milhão.

Entre os itens recolhidos, maquiagem foi a categoria encontrada em maior quantidade. Em seguida, os produtos capilares e os desodorantes. O gerente de Comércio Exterior da ABIHPEC, Ricardo de Nobrega, fala sobre a preocupação com a qualidade dos produtos oferecidos ao consumidor.

“No Brasil, os produtos do setor de HPPC comercializados são demandados por lei a cumprir, sob pena de sanções legais, regulamentos internos da Anvisa e padrões harmonizados no âmbito do Mercosul”, afirma Nobrega.

O gerente diz ainda que as mercadorias derivadas de pirataria não foram aproveitadas por poderem ocasionar danos à saúde pública, risco e controle sanitário.  “Destruímos o material com critérios que não impactam o meio ambiente e respeitando a legislação vigente”, finaliza.

Veja também: ABIHPEC diz que homens vêm ganhando mais espaço no mercado HPC 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Maxcenter Drogarias Max

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

City Farma - Invista na abertura de um bom negócio

Receba as principais notícias no seu Whatsapp

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu