EnglishPortugueseSpanish

Pague Menos prevê abrir mais 500 lojas em cinco anos

Pague Menos planeja abrir 500 novas lojas
Foto: Divulgação

A Pague Menos, que em junho deste ano abriu a sua oferta pública inicial de ações (no inglês, IPO), sentiu que havia uma janela de mercado aberta. Dois meses depois de protocolar o pedido, as operações no país pareciam estar perdendo força. Em entrevista para o site do Valor Econômico, no último dia 14/10, a diretoria da rede deu detalhes sobre a decisão de manter a oferta e do seu plano de expansão, que prevê a abertura de 500 lojas em cinco anos.

Oferta pública

Mário Queirós, CEO da Pague Menos, revela que foi preciso manter a operação porque “àquela altura, não dava para voltar atrás. Como dizem, é melhor uma empresa ir para a bolsa com números não tão bons, mas mercado propício para abertura do que ter números muito bons num mercado ruim”.

O CEO explica que, na época, consideraram os balanços de outras redes, que também não estavam bons. Por isso, a Pague Menos reforçou o discurso aos investidores de que é uma rede nacional, com escala, e não regional. “Dizíamos que tínhamos parado de piorar, que já vínhamos organizando a casa desde 2019. Saímos com o papel abaixo do piso, mas a ação vem vindo num preço acima do valor da estreia”.

Expansão da rede

Além do IPO, a rede de farmácias está focada na expansão em praças onde já lidera – regiões Norte e Nordeste – e, em um segundo momento, abrir unidades no Sudeste, incluindo São Paulo, que já tem 85 das suas 1,1 mil lojas. Do total de R$ 713 milhões em valor líquido da oferta, 63% irão para novas lojas. Os planos da Pague Menos também incluem destinar 20% do valor para reduzir o endividamento e os 17% restantes para tecnologia e serviços.

Ao todo, serão abertas 500 novas lojas entre 2021 e 2025, uma média de 100 lojas por ano. O número está abaixo do recorde da empresa, que chegou a 170 inaugurações em 2017.

 “Viemos reduzindo esse número de inaugurações, dentro do plano de reestruturação tocado desde 2019, com redução de despesas e fechamento de pontos, parte deles deficitários. Não devemos voltar agora a esse patamar de 2016 e 2017 porque o momento é outro”, diz o CEO.

Veja também: Raia Drogasil quer ir além do varejo farmacêutico com plano para 2025

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Conquiste Seguros

Receba as principais notícias pelo nosso grupo

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu