EnglishPortugueseSpanish

Estudo global mostra reputação da indústria farmacêutica antes e durante pandemia

Consultoria publica estudo sobre reputação da indústria farmacêutica
Foto: freepik

A Caliber, consultoria internacional com sede na Dinamarca e foco em gestão de reputação corporativa e marca, está lançando o “Global Pharma Study”, estudo sobre a indústria farmacêutica realizado em 17 países, incluindo o Brasil. Ao todo, foram 13 mil avaliações sobre 67 empresas do setor.

Metodologia do estudo

Foram duas etapas do estudo: uma realizada no fim de 2019 (pré-pandemia) e outra em maio de 2020, com o objetivo de avaliar a reputação global das indústrias e também verificar se a pandemia afetou a percepção que a população tem das empresas.

Dentre as empresas globais pesquisadas, 14 têm operação no Brasil – AbbVie, AstraZeneca, Bayer, Eli Lilly, GSK, Johnson & Johnson, Merck, Novartis, Novo Nordisk, Pfizer, Roche, Sanofi, Takeda Pharma e Teva.

Primeiros resultados

A primeira parte do estudo indica que, apesar de uma reputação cada vez mais positiva desde 2018, a indústria farmacêutica, ao ser comparada em termos de Confiança e Admiração com outros segmentos da economia, ainda ocupa a 12ª colocação, com uma média de 70 pontos em uma escala de 0 a 100.

O Brasil é o país em que a sociedade demonstra o maior índice de Confiança e Admiração, liderando o ranking de reputação com 82,1 pontos, seguido pela China, com 78,7 pontos. Ao analisar as expectativas por faixa etária, as pessoas com idades entre 25 e 40 anos são as que mais aprovam o setor (70,8 pontos), enquanto a geração entre 50 e 64 anos aparece com 64,1 pontos.

Um dado relevante diz respeito à percepção dos genéricos no Brasil. O Aché é a empresa com a melhor reputação (83 pontos), seguida pela EMS (82,1) e mais algumas empresas chinesas.

Impactos da Covid-19

Em análises entre os meses de abril e maio de 2020, constatou-se que não houve grandes alterações em comparação com o período anterior – a reputação das 14 maiores empresas globais estava em 67,5 no pré-Covid e ficou em 67,4 durante a Covid-19. Isso indica que não houve críticas ao segmento no período.

Das 14 empresas, sete tiveram crescimento dos indicadores de confiança e admiração, seja por uma questão de governança ou de responsabilidade social. Confira abaixo:

Foto: Divulgação

Veja também: Boehringer Ingelheim integra iniciativa global em busca de medicamento para Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Conquiste Seguros

Receba as principais notícias pelo nosso grupo

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu