EnglishPortugueseSpanish

Prati-Donaduzzi desenvolve tecnologia para produção de medicamento para Alzheimer

Prati-Donaduzzi anuncia produção de pellets
Foto: Divulgação

A indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi desenvolveu um novo e raro processo produtivo: a fabricação de pellets nacionais. Dessa forma, conseguiu a independência desse processo produtivo, reduzindo custos de produção e gargalos de logística.

Pellets

Os pellets são microesferas com tamanho milimétrico que contêm o princípio ativo do medicamento, possuindo vantagens biofarmacêuticas apropriadas e sistemas de liberação diferentes do fármaco, por conta da aplicação de camadas de revestimento diferenciadas.

Cada microesfera é composta por várias camadas, e cada uma possui uma função. Isso permite a associação de fármacos incompatíveis, desenvolvimento de produtos de liberação retardada ou controlada, mascaramento do sabor e melhoria de estabilidade.

Utilização da tecnologia

Atualmente, a Prati-Donaduzzi utiliza a tecnologia para a fabricação de um dos principais medicamentos da linha de Sistema Nervoso Central (SNC), indicado para o tratamento da doença de Alzheimer.

Para esse produto, são dois tipos de liberação do princípio ativo na mesma cápsula – uma rápida, de até uma hora; e outra lenta, ficando no organismo por 24 horas, melhorando o tratamento e proporcionando comodidade posológica, pois o paciente ingere uma cápsula por dia.

Letícia Rechia, diretora de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação da farmacêutica, revela que a tecnologia facilita o acesso da população ao medicamento porque faz com que ele seja comercializado a um custo menor.

“A maioria dos produtos peletizados que entra no Brasil é produzida na Índia. As empresas importam e envasam, ou seja, simplesmente colocam os pellets dentro da cápsula, não fabricam. A grande vantagem é que, na Prati-Donaduzzi, possuímos o domínio da tecnologia na fabricação em larga escala. Todo o processo de peletização é feito no Brasil. Com isso, temos custos menores e conseguimos repassar os produtos ao consumidor com preços também menores e qualidade assegurada”, explica a diretora.

Investimento

A farmacêutica possui atualmente três leitos fluidizados específicos para a produção dos pellets, um deles com capacidade de até 600 quilos, mas os esforços de investimento começaram em 2010. “No Hemisfério Sul, somos uma das únicas empresas que dominam a tecnologia”, finaliza Liberato Brum Júnior, gerente de Inovação e Pesquisa Clínica.

Veja também: Universidade Teuto premia campeões da 8ª edição das ‘Olimpíadas do Conhecimento’

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Conquiste Seguros

Receba as principais notícias pelo nosso grupo

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu