Varejo farma tem crescimento lento em julho, segundo IQVIA

Crescimento do varejo farma em julho pela IQVIA
Foto: freepik

Responsável por auditar o mercado farmacêutico brasileiro, a IQVIA publicou um estudo preliminar com a performance durante o mês de julho de 2021. Na melhor das estimativas, por exemplo, o varejo teve um aumento de 7% em relação a junho, saindo de 585 mil unidades vendidas para 625 mil unidades.

Na projeção média, o aumento teria sido de 2%, chegando a 599 mil produtos comercializados, enquanto, na pior das situações, o mercado pode ter tido uma queda de 2%, descendo para 572 mil itens. Os dados são incertos pois se baseiam nos resultados dos primeiros 22 dias de julho, ou seja, com o mês ainda em aberto.

Projeção por categorias

O estudo traz também análise por categorias, evidenciando as que contribuíram para o aumento das vendas. A categoria Consumo foi a que mais cresceu em relação a junho – 3,8% -, chegando a 344.723 unidades e R$ 6.140.598 comercializados. Em seguida, aparece a Ético Farma com crescimento mais tímido – 0,3% -, chegando a R$ 5.162.161 movimentados.

Em seguida, aparece a Farma, com a redução de 0,1% nas vendas, totalizando 417.549 itens e R$ 7.775.499. Por fim, a Popular Farma teve uma queda de 0,7%, o equivalente a 163.491 produtos comercializados e R$ 2.613.338.

Subcategorias

A IQVIA divide os produtos em dois tipos: Produtos Farmacêuticos e Produtos de Consumo. Cada um deles possui diferentes subcategorias. Os farmacêuticos são conhecidos como Marca, Genérico e Referência, enquanto os de consumo são os MIPs, Cuidados Pessoais, Cuidados ao Paciente e Nutrição.

Produtos Farmacêuticos

A única subcategoria que teve crescimento foi a de Referência, com 5,8% a mais do que no mês de junho, o equivalente a 71.658.215 produtos vendidos e R$ 2.675.954.440 movimentados. Já a subcategoria de Marca teve uma queda de 0,8%, chegando a 202.638.355 unidades e R$ 3.908.326.204. Os Genéricos foram os mais impactados, com diminuição de 1,9%, o equivalente a 143.423.465 unidades e R$ 1.191.218.668.

Produtos de Consumo

A subcategoria de Cuidados Pessoais apresentou o maior avanço – 9,3% –, chegando a 127.332.332 unidades e R$ 2.074.543.558. A de Nutrição vem em seguida com 7,7%, o equivalente a 37.378.707 itens vendidos e R$ 482.876.816 movimentados.

A de Cuidados ao Paciente aparece na terceira posição com 4,7%, 49.314.018 unidades e R$ 938.884.175. Por último, os MIPs sofreram uma queda de 2,3% na comparação com junho, chegando a 130.698.075 unidades e R$ 2.644.293.733.

Veja também: Pesquisa digital amplia satisfação do consumidor com marcas do varejo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias Canal Farma

Receba notícias, conteúdos e vídeos do YouTube sobre o setor farmacêutico com nosso canal no Telegram.

Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

loading...

Receba as principais notícias direto no celular

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia