EnglishPortugueseSpanish

Venda de genéricos cresce 11% no terceiro trimestre de 2020

Genéricos
Foto: Divulgação

A Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (PróGenéricos) publicou dados sobre o desempenho da categoria no terceiro trimestre de 2020. As informações foram divulgadas com base em um levantamento do IQVIA, empresa que audita o varejo farmacêutico no País.

Principais números do trimestre

Ao todo, a indústria de medicamentos genéricos registrou vendas de R$ 423 milhões de unidades, um crescimento de 11,08% em relação ao mesmo período do ano anterior. Também teve um desempenho 5,36% melhor do que o mercado farmacêutico total.

O setor também registrou alta de 20% em faturamento, quando comparada com o mesmo período de 2019 – atingindo a marca de R$ 3.119 bilhões.

Acumulado do ano

Entre os meses de janeiro e setembro, a indústria de genéricos teve um crescimento de 13% no número de unidades vendidas na comparação com o mesmo período de 2019, tendo vendido 1.237 bilhões de unidades. Na comparação com o mercado farma total, que cresceu 8,79% com 3.529 bilhões de unidades vendidas, a categoria teve novamente um desempenho melhor.

Segundo o balanço da PróGenéricos, as vendas do segmento registraram crescimento de 19,42%, somando R$ 8.643 bilhões de reais nos primeiros nove meses de 2020.

Situação dos genéricos no Brasil

Para Telma Salles, presidente da PróGenéricos, os resultados são reflexo do aumento de volume e da expansão das vendas de genéricos de maior valor agregado, como os produtos voltados para o tratamento do sistema nervoso central.

“O mercado de genéricos cresceu o dobro do mercado total de medicamentos. Esses dados comprovam que os genéricos seguiram cumprindo seu papel de fortalecer o acesso a medicamentos neste momento de pandemia. Os consumidores, em virtude do preço, qualidade e eficácia, buscaram refúgio nos genéricos para dar continuidade a seus tratamentos”, revela Telma.

Mesmo com o crescimento, a presidente explica que, por causa da pandemia, a indústria enfrenta forte pressão nos custos com a alta do dólar e dos preços no mercado internacional, refletidos nos insumos adquiridos para produção de medicamentos.

Veja também: Consumidores 60+: conheça os hábitos de compra

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

City Farma - Invista na abertura de um bom negócio

Receba as principais notícias pelo nosso grupo

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu