Mulheres que Empreendem: Tarsylla Novaes, das Drogarias Farmaxx

A última entrevistada da série “Mulheres que Empreendem no Canal Farma”, do programa É de Farmácia, é Tarsylla Novaes, sócia das Drogarias Farmaxx. A iniciativa teve como objetivo enaltecer as mulheres que são líderes no varejo farmacêutico e também estimular o empreendedorismo feminino no segmento.

Confira a entrevista:

Viviane Massi: Há três meses, no parto do seu terceiro filho, você descobriu que estava com Covid-19 e precisou ser intubada. Que lições tirou desse momento?

Tarsylla Novaes: Tenho uma doença autoaimune capaz de causar tromboses, e o coronavírus ajuda a acelerar esse processo. Quando fui diagnosticada com Covid-19, me levaram do parto direto para a UTI, onde fiquei duas semanas. Além de não ver meu filho por todo esse tempo, também não sabia o que seria da minha vida. Depois dessa experiência, entendi que não se deve brincar com a vida, como vemos muitas pessoas fazendo em relação à doença. Foi muito desafiador, mas deu tudo certo.

VM: Como consegue conciliar o lado maternal com o profissional?

TN: Sempre digo aos meus filhos que não é verdadeiro o conceito de que homens não fazem tarefas domésticas e que mulheres não podem trazer dinheiro para casa. Então, eles se dividem para me ajudar a lavar louça, varrer, entre outras atividades. Quero que, no futuro, meus filhos tenham esposas e não empregadas. É um processo cansativo, mas muito gratificante.

 

Sempre digo aos meus filhos que não é verdadeiro o conceito de que homens não fazem tarefas domésticas e que mulheres não podem trazer dinheiro para casa.

VM: Hoje você está à frente de seis lojas das Drogarias Farmaxx, juntamente com seu marido, mas se formou em Direito, curso muito diferente do seu trabalho. Onde aprendeu o que sabe sobre gestão?

TN: Conheci meu marido no último ano da faculdade, e a família dele estava no processo de criação da rede. Ele já tinha duas lojas, e eu comecei a entender sobre balcão, aplicação de injetáveis e todo o universo da farmácia. Gosto muito de humanização, e foi isso que me encantou nessa vivência.

VM: Além das farmácias, você abriu uma ótica, mas confessou que foi muito difícil fazer o negócio engrenar. Por quê?

TS: Ao iniciar um negócio, é preciso ter total conhecimento do ramo. No caso da ótica, precisava entender tudo sobre visão, olho, o que o cliente necessita, tipos de lente, de óculos. É um processo de entendimento que não tive tempo de estudar. Por isso, terceirizamos a administração para alguém que tem total conhecimento desse segmento.

VM: Na sua visão, o que é empreendedorismo?

TN: Vida. Amo estudar sobre o tema, amo descobrir e fornecer soluções para as necessidades que as pessoas têm, amo estar à frente dos negócios, gosto de estar em contato com pessoas que possam trazer benefícios ao meu ramo. Empreender nada mais é do que se dedicar e estar aberto para algo novo no mercado de trabalho.

VM: Você passou por algum tipo de preconceito nesse ramo por ser mulher?

TN: Sim. Estar à frente de um negócio e tomar decisões são atitudes meio assustadores para alguns homens. Quando a mulher entende do processo, ela tem uma mente ampla, o que deixa muitas pessoas incomodadas.

 

Estar à frente de um negócio e tomar decisões são atitudes meio assustadores para alguns homens. Quando a mulher entende do processo, ela tem uma mente ampla, o que deixa muitas pessoas incomodadas.

VM: Qual é a sua dica para as mulheres que desejam empreender no canal farma ou em outro segmento?

TN: Não desistam. Empreender não é fácil ou difícil, exige força de vontade. Conheça seu mercado, seu público, suas necessidades, o local onde seu negócio ficará. Saiba dar valor aos clientes, mesmo àqueles que entram apenas para “dar uma olhada”. Confie nas suas decisões.

Assista a entrevista completa no canal da Ascoferj, no YouTube.

Veja também: Mulheres que Empreendem: Janete de Matos, da Rede Agafarma

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Notícias Canal Farma

Receba notícias, conteúdos e vídeos do YouTube sobre o setor farmacêutico com nosso canal no Telegram.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.