Anvisa aprova medidas para acelerar registro de vacina contra Covid-19 no Brasil

A análise dos resultados dos estudos clínicos será feita continuamente. Medida vale apenas para vacinas contra a Covid-19.
Anvisa acelera processo de registro de vacina contra Covid-19
Foto: Reprodução da internet

O portal de notícias G1 divulgou na manhã desta quarta-feira (18/11) que Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou ontem medidas para acelerar o registro de vacinas contra a Covid-19 no Brasil. Além disso, foi publicada hoje no Diário Oficial da União uma norma que autoriza empresas interessadas em registrar uma vacina a enviarem os dados técnicos sobre os testes de forma contínua.

Dessa forma, as empresas não precisarão reunir e apresentar à Agência todos os documentos de uma única vez, como geralmente acontece. A proposta que previa essa possibilidade já havia sido divulgada no dia 29 de setembro. No dia 1º de outubro, a Anvisa anunciou que começaria a analisar os testes da vacina de Oxford e da farmacêutica AstraZeneca.

A medida de envio contínuo dos dados é válida apenas para as vacinas contra a Covid-19, que devem seguir alguns pré-requisitos – precisam estar na fase 3 dos ensaios clínicos (como as quatro que estão sendo testadas no Brasil: Oxford, Pfizer, Sinovac e Johnson) e ter um Dossiê de Desenvolvimento Clínico de Medicamentos (DDCM) protocolado na Anvisa.

Veja também: Moderna afirma que sua vacina é 94,5% eficaz, segundo análise preliminar da fase 3

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Notícias Canal Farma

Receba notícias, conteúdos e vídeos do YouTube sobre o setor farmacêutico com nosso canal no Telegram.

Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.