EnglishPortugueseSpanish

MS convoca profissionais da saúde para combater coronavírus

Profissionais e estudantes da área da saúde, incluindo da Farmácia, foram convocados pelo Ministério da Saúde para auxiliar no combate ao coronavírus.
Profissionais da saúde convocados para combater coronavírus
Foto: shutterstock

O Ministério da Saúde publicou a Portaria nº 639/2020, que dispõe sobre a ação estratégica “O Brasil Conta Comigo – Profissionais da Saúde”, voltada ao cadastramento e capacitação de profissionais da área da saúde para o enfrentamento da pandemia do coronavírus.

Para participar, os profissionais devem ser subordinados aos seus respectivos conselhos de fiscalização. Entre as categorias estão: serviço social, biologia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia e terapia ocupacional, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, psicologia e técnicos em radiologia.

O objetivo da ação é auxiliar os gestores federais, estaduais, distritais e municipais do Sistema Único de Saúde (SUS).

Como será feito

Os conselhos profissionais deverão enviar ao Ministério da Saúde os dados dos profissionais das áreas de saúde e comunicar aos profissionais registrados que realizem o preenchimento dos formulários eletrônicos disponibilizados pelo MS.

Os profissionais cadastrados receberão uma capacitação nos protocolos oficiais de enfrentamento à Covid-19, aprovados pelo Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública (COE-nCov), por meio de cursos a distância.

Alunos da área da saúde também poderão ajudar

O Ministério da Saúde publicou ainda o edital que convoca alunos dos cursos de Medicina, Enfermagem, Fisioterapia e Farmácia para atuarem no combate ao Covid-19 no Sistema Único de Saúde (SUS). 

Estarão aptos a participar estudantes matriculados em instituições de ensino superior públicas e privadas, que integram o sistema federal de ensino, e que estejam cursando entre o quinto e sexto ano de medicina, e o último ano dos demais cursos.

Benefícios

Os participantes ganharão uma bonificação, que inclui o recebimento de uma bolsa, enquanto durar a medida, de acordo com a carga horária do estágio supervisionado – 40 horas, recebe um salário mínimo (R$ 1.045) e 20 horas, meio salário mínimo (R$ 522,50), custeados pelo Banco do Brasil. Além disso, receberão 10% de pontuação no ingresso em programa de residência do Ministério da Saúde, no prazo de dois anos, e um certificado.

Alunos do primeiro ao quarto ano de Medicina e dos cursos de Farmácia, Fisioterapia e Enfermagem que não estiverem no último ano também poderão participar, obtendo desconto em mensalidade caso cursem instituição de ensino privada.

Cadastro

Os alunos já podem realizar o cadastro. Caso sejam chamados, têm até 48 horas para se apresentar ao estabelecimento de saúde indicado.

Veja também: Governo adia reajuste de medicamentos em 60 dias

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Conquiste Seguros

Receba as principais notícias pelo nosso grupo

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu