EnglishPortugueseSpanish

Farmacêuticos deverão ter assinatura digital para dispensar receituário eletrônico de controlados

A Revista da Farmácia teve acesso à minuta da resolução. Ela autoriza a emissão de prescrições eletrônicas desde que assinadas exclusivamente com assinatura digital qualificada ICP-Brasil.
Farmacêuticos podem ser obrigados a ter assinatura digital para dispensar
Foto: Shutterstock

A Anvisa está preparando uma resolução para regulamentar a emissão, prescrição, aviamento, dispensação e guarda das receitas de controle especial e medicamentos antimicrobianos emitidas eletronicamente com assinatura digital. O tema foi pauta da 12ª Reunião da Diretoria Colegiada (Dicol) de 2020, que ocorreu ontem (21/7).

A Revista da Farmácia teve acesso à minuta da resolução. Ela autoriza a emissão de prescrições eletrônicas para alguns controlados e antimicrobianos desde que assinadas exclusivamente com assinatura digital qualificada, que, no Brasil, é a ICP-Brasil.

Além disso, determina que a dispensação poderá ocorrer somente depois que a farmácia validar a prescrição no Validador de Documentos Digitais, lançado há cerca de 90 dias pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Inovação (ITI), do Governo Federal. Dessa forma, a Anvisa não aceitará validação das prescrições em outras plataformas.

[LIVE] Novo portal validador para prescrições digitais: saiba tudo sobre a ferramenta

A minuta de resolução propõe que o farmacêutico deverá incluir sua assinatura eletrônica qualificada no receituário dispensado. Hoje, para validar no portal do ITI, não é necessário que o farmacêutico tenha uma assinatura digital, mas, pela proposta da Anvisa, isso está prestes a se tornar obrigatório, o que trará um grande impacto na rotina de farmácias e drogarias.

[LIVE] Prescrição digital para controlados: minha farmácia pode aceitar?

Por fim, vale citar que a minuta prevê o fim da impressão da prescrição para guarda. A previsão é de que o processo seja 100% digital. Por isso, a necessidade do certificado digital do farmacêutico.

Ainda não se sabe se essa minuta irá à Consulta Pública e quando será publicada, mas tudo indica que a Anvisa tem pressa em sua publicação. A Agência foi duramente criticada pela demora na regulamentação do tema.

De qualquer forma, vale lembrar que nenhuma farmácia é obrigada a aceitar prescrição eletrônica, e nem todas dispensam medicamentos controlados.

Leia também: Validador de documentos do ITI terá nova funcionalidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Conquiste Seguros

Receba as principais notícias pelo nosso grupo

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu