EnglishPortugueseSpanish

Síndrome de Burnout é incluída na nova Classificação Internacional de Doenças

Mulher com Síndrome de Burnout
Foto: freepik

A síndrome de Burnout foi incluída na nova Classificação Internacional de Doenças (CID-11). A decisão foi tomada durante assembleia mundial da Organização Mundial de Saúde (OMS), ocorrida no último dia 20 de maio, em Genebra. A inclusão começa a valer oficialmente em 2022.

O que é Burnout?

Definida como estresse crônico, a doença está relacionada a estresses gerados no ambiente do trabalho, fazendo com que qualquer assunto relacionado à atividade profissional cause incômodo.

As jornadas exaustivas, a imposição de metas abusivas, a falta de reconhecimento e a autonomia no ambiente de trabalho são algumas das causas da síndrome de Burnout. Nesses casos, a pessoa entra em um estado físico, emocional e mental de exaustão extrema, fazendo com que situações profissionais se tornem ainda mais desgastantes.

Segundo o psicólogo da Holiste Psiquiatria, Uelinton Pereira, as pessoas começam sentindo estresse, que depois se desenvolve para algo maior. “A principal causa da doença é justamente o excesso de trabalho. Geralmente começa com uma crise de ansiedade ou pânico, para depois se desenrolar como Burnout”, explica.

As crises de ansiedade e pânico podem acontecer no momento de sair para trabalhar, quando falar com o chefe ou diante de alguma situação ocorrida no trabalho. “Quando o desânimo começa no final de semana, ao lembrar que no dia seguinte retomará a rotina e isso aumenta a ponto de os sintomas aparecerem um ou dois dias antes, é um sinal”, sinaliza Pereira. 

Sintomas da doença

O psicólogo explica ainda que muitos pacientes sonham com o trabalho e já não conseguem mais falar do assunto. Cansaço, seja ele físico, seja mental, dores de cabeça, alterações no apetite e no sono, dificuldade de concentração, sentimentos de fracasso e insegurança são alguns dos sintomas da patologia.

Como é estruturada a CID-11?

 A Classificação Internacional de Doenças é feita com base nas avaliações de especialistas ao redor do mundo e serve para estabelecer tendências e estatísticas sobre a saúde da população.

A CID-11, além de abordar a síndrome de Burnout, terá outras atualizações. A saúde sexual, por exemplo, também passará a abranger a incongruência de gênero, que até então era citada na seção sobre enfermidades mentais. Já o transtorno provocado por jogos eletrônicos foi incluído no capítulo que aborda as dependências.

Veja também: Famílias têm papel importante no tratamento de depressão de adolescentes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Anuncie na Revista da Farmácia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

City Farma - Invista na abertura de um bom negócio

Receba as principais notícias no seu Whatsapp

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Smart Consulta Consultório Farmacêutico Inteligente - Seja um franqueado
Fechar Menu