EnglishPortugueseSpanish

Venda de produtos à base de Cannabis em farmácias e drogarias é liberada

Anvisa aprova uso de produtos à base de Cannabis
Foto: freepik

No último dia 3 de dezembro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o novo regulamento para produtos derivados de Cannabis. O texto, que teve como relator o diretor Fernando Mendes, cita os requisitos necessários para a regularização dos produtos no País, determinando parâmetros de qualidade.

Por isso, as farmácias e drogarias precisarão se preparar para comercializar os produtos.

Posicionamento do CFF

A assessoria de imprensa do Conselho Federal de Farmácia (CFF) revelou o posicionamento do órgão sobre a liberação da Anvisa: “A posição do Conselho é favorável devido ao fato de a regulamentação trazer segurança para as pessoas que fazem uso de produtos contendo concentrações conhecidas de canabinóides”.

Os produtos passarão pelos rigorosos controles exigidos pela Anvisa, o que garante a qualidade e segurança  dos pacientes. “Além disso, a população terá acesso aos produtos entregues pelo farmacêutico, profissional que possui conhecimento técnico-científico sobre as propriedades farmacológicas e pode orientar sobre suas aplicações terapêuticas”, diz o CFF.

O órgão já discutia o tema por meio do Grupo de Trabalho sobre Fitoterapia e nas reuniões plenárias, além de auxiliar os pacientes na solicitação de aquisição desde a publicação da RDC 17/15, que define os critérios e procedimentos para importação de produtos à base de Canabidiol.

Conselho definirá resolução para o assunto

Além das normas da Anvisa, o plenário do CFF deverá começar a trabalhar em uma resolução específica para a dispensação dos produtos a partir de janeiro, já que esta deverá ser feita exclusivamente por profissionais farmacêuticos.

Nessa resolução, serão definidas quais informações específicas os profissionais precisarão ter para realizar a dispensação dos produtos. “Os conhecimentos serão definidos na resolução de forma a atender à regulamentação da Anvisa, e só poderemos comentar a partir da resolução aprovada”, afirma o CFF.

Distribuição de produtos à base de Cannabis no Brasil

A assessoria de imprensa da Anvisa informou que começará a receber os pedidos de empresas que tenham interesse em comercializar os produtos somente dentro do prazo legal de 90 dias após a liberação. Por isso, ainda não há previsão de quando os primeiros produtos chegarão ao país e quais serão os preços.

Veja também: Anvisa aprova registro de AMITIZA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

City Farma - Invista na abertura de um bom negócio

Receba as principais notícias pelo nosso grupo

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu