EnglishPortugueseSpanish

Fontes alternativas de financiamento: concorrência ou agiotagem?

A Lei Complementar 167 criou a Empresa Simples de Crédito ou apenas ESC. Saiba como esse novo modelo vai funcionar.
Credito e financiamento para empresas
Uma ESC terá atuação exclusivamente no município de sua sede e em municípios limítrofes, realizando operações de empréstimo, financiamento e desconto de títulos de crédito | Foto: Shutterstock

Em 24 de abril deste ano, foi publicada a Lei Complementar nº 167, que criou um novo tipo de empresa: a Empresa Simples de Crédito (ESC). A lei tem o objetivo de aumentar a concorrência no mercado de crédito para micro e pequenas empresas, ampliando as fontes alternativas de financiamento. Tal medida faz parte de uma política desenvolvida há alguns anos pelo Banco Central de reduzir a dominância dos grandes conglomerados financeiros. Porém, alguns especialistas argumentam que o resultado final será a legalização da agiotagem. A sorte está lançada, quem viver verá.

Segundo a lei, uma ESC terá atuação exclusivamente no município de sua sede e em municípios limítrofes, realizando operações de empréstimo, financiamento e desconto de títulos de crédito, exclusivamente com recursos próprios, com microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte. O valor total das operações é limitado ao capital realizado da ESC, não podendo captar outros recursos sob pena de incorrer em crime contra o sistema financeiro.

Leia também: CDB, poupança e fundos de investimento

Em suas operações, uma ESC deve observar as seguintes condições:

  • Sua remuneração se constitui apenas por juros sobre o valor do crédito, não lhe sendo permitido cobrar qualquer outro tipo de encargo, seja taxa ou tarifa, pelas operações;
  • Os valores das operações têm que transitar por contas de depósitos em instituições financeiras, não podendo haver transações em espécie;
  • As operações deverão ser, obrigatoriamente, realizadas por meio de contrato formal, anotadas no cadastro positivo e registradas em entidades registradoras autorizadas pelo Banco Central ou pela Comissão de Valores Mobiliários, para serem válidas;
  • E os créditos podem ser garantidos por alienação fiduciária.

No mercado, já se pode observar o movimento de empresários atuantes no factoring – fomento mercantil – no sentido de ocupar espaço no segmento das ESC. Porém, as operações diferem em vários aspectos. A empresa de fomento pode operar em valor superior ao seu capital realizado, mas só pode operar na compra de efeitos comerciais (recebíveis), enquanto a ESC pode, desde que limitado ao valor de seu capital realizado, financiar a aquisição de bens, como veículos, imóveis etc.

Como fontes alternativas de crédito, também existem as fintech de crédito autorizadas a funcionar pelo Banco Central: a Sociedade de Crédito Direto (SCD); e a Sociedade de Empréstimo entre Pessoas (SEP). As fintechs, do inglês finance and technology, se caracterizam pelo uso intensivo de tecnologia da informação, operando plataformas digitais pela internet. Uma SCD é bastante semelhante a uma ESC, realizando operações de crédito, em geral, apenas com recursos próprios, porém sem se restringir às pequenas empresas e podendo prestar serviços conexos de análise e cobrança de crédito, além de venda de seguros relacionados ao crédito.

Portanto, as opções são variadas. Mas uma questão continua sem resposta: quando haverá disponibilidade de crédito fácil e barato para as empresas brasileiras?

Assista: De olho nas finanças da farmácia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Anuncie na Revista da Farmácia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

City Farma - Invista na abertura de um bom negócio

Receba as principais notícias no seu Whatsapp

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Smart Consulta Consultório Farmacêutico Inteligente - Seja um franqueado
Fechar Menu