Câmara dos Deputados analisa projeto sobre compra de vacinas por empresas

Deputados seguem analisando o projeto de lei na tarde desta quarta-feira.
Câmara dos Deputados analisa projeto de lei sobre compra de vacinas por empresas privadas
Foto: shutterstock

A Câmara dos Deputados aprovou, no início da noite de ontem (6), o regime de urgência e o texto-base do Projeto de Lei 948/21, que permite à iniciativa privada comprar vacinas contra a Covid-19 para imunização gratuita de seus colaboradores.

Na sessão de ontem, a relatora da proposta, deputada Celina Leão (PP-DF), apresentou um substitutivo prevendo que, caso as compras sejam feitas junto a laboratórios que já venderam vacinas ao Governo Federal, poderão ocorrer somente depois do cumprimento integral do contrato e da entrega dos imunizantes ao Ministério da Saúde.

As empresas que optarem por vacinar os empregados dessa forma terão que doar a mesma quantidade de vacinas compradas ao Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, a ordem de vacinação deve seguir os critérios de prioridade estabelecidos no Programa Nacional de Imunizações (PNI). A permissão vale também para pessoas jurídicas de direito privado sem fins lucrativos, como associações e sindicatos.

Contudo, o Plenário continuará analisando o projeto de lei na tarde desta quarta-feira, visto que ainda existem quatro destaques apresentados por partidos na tentativa de mudar o texto.

Veja também: RaiaDrogasil doa R$ 1 milhão a projeto para combate à pandemia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Notícias Canal Farma

Receba notícias, conteúdos e vídeos do YouTube sobre o setor farmacêutico com nosso canal no Telegram.

Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

Receba as principais notícias direto no celular

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia