EnglishPortugueseSpanish

CFM libera telemedicina no Brasil para conter coronavírus

Presidente do Conselho Federal de Medicina enviou ofício para Ministério da Saúde falando sobre a possibilidade de usar a telemedicina para ampliar atendimentos durante pandemia.
Liberação do uso da telemedicina durante todo o período de pandemia do coronavírus no Brasil.
Foto: Marcos Nagelstein/Folhapress

O Conselho Federal de Medicina (CFM) encaminhou, nesta quinta-feira (19), ofício ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em que informa sua decisão de reconhecer a possibilidade e a eticidade de uso da telemedicina no País, além do que está estabelecido na Resolução CFM nº 1.643/2002, que continua em vigor. A decisão vale em caráter excepcional e enquanto durar o combate à epidemia de COVID-19.

No documento, fica claro que a motivação para a autorização foi a necessidade de isolamento social e de proteger a saúde de médicos e pacientes.

Desde que os casos de coronavírus começaram, o CFM vem sendo pressionado para regulamentar a medicina. Em 2019, chegou a haver uma resolução, que logo foi revogada por pressão dos conselhos regionais. A última resolução é de 2002.

Veja a íntegra do ofício.

Leia ainda: Anvisa priorizará pedidos de AFE relacionados à Covid-19

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

City Farma - Invista na abertura de um bom negócio

Receba as principais notícias pelo nosso grupo

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu