Pesquisa do Instituto Febrafar revela características da cesta de compra do varejo farma

Comportamento de compra durante pandemia
Foto: freepik

O Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Corporativa (IFEPEC) divulgou a 5ª edição da pesquisa sobre o comportamento do consumidor em farmácias no Brasil. Em 2021, o objetivo foi entender o perfil de consumo e os reflexos da pandemia para os frequentadores do varejo farmacêutico. Um dos pontos avaliados foram as características da cesta de compra do público.

Desenvolvimento da pesquisa

Realizada em parceria com o Núcleo de Economia Industrial e da Tecnologia (NEIT), do Instituto de Pesquisa da Unicamp, o levantamento foi feito entre os meses de janeiro e março com quatro mil consumidores após efetuarem compras em farmácias, selecionadas de acordo com os agrupamentos Abrafarma, redes corporativas regionais, Febrafar, demais agrupamentos e farmácias independentes.

Cesta de compra

Na análise por regiões do País, o Sudeste aparece na primeira colocação, com uma quantidade média de 3,3 itens por cesta e valor médio de R$ 57,55. O valor do item foi R$ 17,43. O Centro-Oeste aparece em segundo lugar, pois obteve uma média de 3 itens por cesta, que somam o valor de R$ 54,01, enquanto a média por item foi R$ 18.

A terceira região com a maior cesta foi a Sul, com 2,8 itens, o total de R$ 52,76 e a média de R$ 18,84 por produto. Na sequência, aparece a região Nordeste, com 2,4 produtos que somam R$ 47,91. Por item, o preço fica em torno de R$ 19,96.

O Norte aparece na última colocação, com uma média de 2,2 produtos por cesta. O total da compra fica em torno de R$ 45,74 e cada produto custa R$ 20,79.

Receitas médicas

Na maioria das compras, em todos os lugares do Brasil, 87% dos entrevistados costumam efetuar as compras sem apresentar prescrição médica. Somente 10,4% apresentam, e uma minoria de 2,4% disseram que leva a receita à farmácia somente às vezes.

A pesquisa mais aprofundada mostra que a região que menos apresenta a prescrição ao farmacêutico é a Norte (91,2), seguida por Nordeste (89,4%), Centro-Oeste (88,5%), Sudeste (86,3%) e Sul (85,7%).

Na contramão, a que mais apresenta é a Sul (11,9%), acompanhada da Sudeste (11,2%), Centro-Oeste (9,3%), Nordeste (8,3%) e Norte (6,6%). Por fim, a ordem das regiões que levam às vezes as prescrições para realizar as compras é Sudeste (2,5%), Sul (2,4%), Nordeste (2,3%), Norte (2,2%) e Nordeste (2,2%).

Veja também: Descubra como foi ascensão das vendas de medicamentos por classe nos últimos anos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias Canal Farma

Receba notícias, conteúdos e vídeos do YouTube sobre o setor farmacêutico com nosso canal no Telegram.

Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

loading...

Receba as principais notícias direto no celular

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia