EnglishPortugueseSpanish

Nova exigência da Anvisa pode inviabilizar serviços farmacêuticos

Farmácias podem ser obrigadas a ter uma sala para serviços farmacêuticos e outra para vacinação, cada uma de 9 metros quadrados.

Uma consulta pública da Anvisa está preocupando o setor farmacêutico. Trata-se da proposta nº 725, de 17/09/2019, que dispõe sobre o Regulamento Técnico para planejamento, elaboração, análise e aprovação de projetos de serviços de saúde. O problema é que ela prevê a obrigatoriedade de duas salas na farmácia: uma para os serviços farmacêuticos, com 9m2; e outra para vacinação, também com 9m2.

Essa nova proposta da Anvisa, se aprovada, poderá substituir a RDC nº 50/2002, que atualmente exige o tamanho de 6m2 para salas de imunização. “Além de ser arbitrário, o texto da consulta pública não possui embasamento técnico que o sustente. Na maioria dos países, não há exigência semelhante e, quando há, como é o caso da Austrália, a exigência é de uma sala de 4m2 para vacinação, de uso não exclusivo”, observa o coordenador de Assistência Farmacêutica da Abrafarma, Cassyano Correr.

A RDC nº 44/2009, por sua vez, que regulamenta as boas práticas farmacêuticas, não determina metragem para a sala de serviços farmacêuticos. A própria Anvisa, corretamente, orienta que a sala de serviços farmacêuticos pode ser compartilhada com a atividade de vacinação.

Tamanho mínimo da sala pode chegar a 9m2

No total, os estabelecimentos farmacêuticos, caso queiram prestar serviços de saúde para a população, deveriam dispor de 18m2, espaço que a maioria não tem. “Essa exigência impedirá o avanço dos serviços em 90% das farmácias e eliminará até mesmo a aplicação de injetáveis, regulamentada no País desde 1973. Pesquisa recente, realizada em julho de 2019 com mais de 2.400 farmacêuticos, mostrou que 33,3% das farmácias possuem sala inferior a 4m2 e 55,3% entre 4 e 6m2.

Para Cassyano, esse tipo de barreira prejudica a população, pois é perfeitamente possível e tecnicamente viável atender muito bem um paciente em um consultório menor. “E é perfeitamente possível compartilhar atividades sem expor o paciente a risco evitável. São burocracias sem fundamento que aumentam o Custo Brasil, impactam o acesso à saúde e dão sua contribuição para nossa estagnação econômica”, critica o farmacêutico.

Exigência tem sido considerada um retrocesso

Na visão do farmacêutico Ricardo Lahora, secretário geral do CRF-RJ, as atribuições no acompanhamento farmacoterapêutico dos pacientes dependem muito de alguns avanços, principalmente, da atualização da RDC 44, que já vem sendo discutido há mais de cinco anos.

Leia também: Revisão na RDC 44 da Anvisa: o que vai mudar?

O farmacêutico Tiago Silvestro Bocalon, especialista em Farmácia Clínica e Atenção Farmacêutica, disse que essa proposta é um retrocesso. “Apenas grandes farmácias de cidades maiores conseguirão cumprir essas exigências. Farmácias pequenas de cidades menores, que são onde a população mais precisa do acesso à saúde, não terão condições de atender à norma.”

Consulta pública vai até 8/11

Até hoje (30/10), a consulta pública já teve 137 contribuições. Desse total, 53 classificaram os impactos como “negativos”, 46 como “positivos” e 38 como “positivos e negativos”. Vale destacar que a maioria dos participantes é profissional de saúde.

Um dos comentários na consulta pública traz a seguinte contribuição: “Acredito que o tamanho mínimo possa até subir para 9m², desde que a vacinação possa ser feita na mesma sala que a clínica. Duas salas, na prática, são completamente desnecessárias. Dá para fazer a aplicação e a vacinação, pois os insumos são praticamente os mesmos, salvo a maca e o armário para documentos. Aumentando o tamanho mínimo, conseguimos deixar a sala de atendimento e vacina no mesmo local”. A consulta pública aguarda contribuições dos interessados até 08/11/2019. Acesse aqui.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print
Maxcenter Drogarias Max

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

City Farma - Invista na abertura de um bom negócio

Receba as principais notícias no seu Whatsapp

curta nossa fanpage

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia

Televendas Zamboni
Fechar Menu