Consumo de antiácido dispara em um ano, puxado pela classe C e casais com filhos

Consumo de antiácido cresce na pandemia
Foto: iStock

O mais recente levantamento Consumer Insights, da Kantar, mostra que a categoria de antiácido foi a que mais cresceu no Brasil entre os medicamentos isentos de prescrição (MIPs) no último ano. Foram 429 mil novas casas adquirindo esse medicamento só no terceiro trimestre e 175% de aumento de vendas em unidades desde o começo da pandemia.

Quem mais contribuiu para esse crescimento foi a classe C (+ 18%), uma das mais afetadas com o fim do auxílio emergencial, com o desemprego e a inflação, e casais com filhos pré-adolescentes (+ 16,4%), o que pode sugerir que o crescimento esteja ligado a problemas causados pelo estresse e ansiedade, como a gastrite.

Outros dados da Kantar mostram que o segundo trimestre deste ano foi o período de maior busca por alimentação saudável entre os brasileiros desde o início da pandemia. Foi registrado um aumento de 15% no consumo dessa categoria em relação ao mesmo período do ano passado.

Veja também: Seis meses após lançamento do genérico da EMS, preço de anticoagulante mais prescrito do País cai 42%

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Notícias Canal Farma

Receba notícias, conteúdos e vídeos do YouTube sobre o setor farmacêutico com nosso canal no Telegram.

Millenium distribuidora referência no mercado pharma Espírito Santo e Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossa Newsletter

Para notícias e ofertas exclusivas, digite seu e-mail abaixo.

loading...

Receba as principais notícias direto no celular

Mais lidas

Vídeo - É de Farmácia